O que é evoluir?

 

Todos fomos educados para cumprir regras, lei e normas, que ao serem seguidas fariam de nós seres quase perfeitos. Talvez assim se garantisse a paz, o amor, a alegria e a abundância que tanto esperamos.

Existem regras para tudo! Sociais, profissionais, amorosas e claro familiares. Regras de etiqueta, reras de trânsito, saúde, para gerir o dinheiro. Nem a religião escapa a estas regras. E claro está, quando não se cumpre, consequências nos esperam.

Poucos de nós fomos educados quanto à nossa existência espiritual e ao propósito que trás o espirito à matéria. Palavras para quê…Afinal porque reencarnamos? Porque apesar de cumprirmos todas as regras impostas. Sim era mesmo o que queria dizer, impostas, elas simplesmente não devolvem a tal paz, amor alegria e abundância.

É porque precisamente vivemos ignorantes, resistentes, descrentes do propósito espiritual anterior ao terreno. Antes de TER devemos SER, e num mundo cheio de coisas tentadoras, é muito fácil iludirmo-nos com o brilho exterior e confundirmos o TER com o SER. Das mais diversas maneiras a máquina cósmica vai boicotar todas as tentativas de compensação que consciente ou inconscientemente fazemos para mascarar o enorme desequilíbrio que se esconde dentro de nós.

Iludimo-nos que atingimos o patamar superior… poder, dinheiro, cargos, carros, marcas de luxo. Tudo isto é apenas ilusão e brilho externo para esconder o drama interior. Mas a nossa ignorância não nos permite ver que se harmonizar-mos o interior com o exterior, o terreno com o espiritual, a perda deixa de fazer sentido e a abundância surge sem esforço.

Para deixar para trás a ignorância, apenas temos de manter consciente em nós o propósito de evolução a cada momento.

E o que é evoluir?

A experiencia terrena é emocional, será a superação das emoções mais pesadas em direção às emoções mais leves que nos irá aos poucos libertando e permitindo evoluir para estados mais leves, amorosos e abundantes.

Evoluir é a consciência de que cada um de nós é responsável por libertar os grilhões de ferro de experiências passadas. É permitirmo-nos acompanhar e fluir no movimento rumo ao amor. É abrir, desbloquear, crescer, permitir a viagem da terra para o céu. Sair da densidade escura da terra para a luz do sol.

Em resumo é o passar de um determinado estado interno de ser para outro mais leve, e deste ponto de vista, todo o desafio, confronto ou perda são oportunidades de dar uma nova resposta as velhas energias, independentemente se o resto do mundo concorda ou entende.

A validação do processo de evolução só está dependente da nossa escolha…

 

 

Meditacao-Lua-fases

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *