Religião e Espiritualidade

A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.
.
A religião alimenta a mente.
A espiritualidade alimenta a alma.
.
A religião aprisiona, segrega.
A espiritualidade liberta e une as almas a um único princípio O Amor Divino.
.
A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
.
A religião é para os que dormem,
A espiritualidade é para os que estão despertos.
.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
.
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
.
A religião fala de pecado e culpa.
A espiritualidade lhe diz: “Aprenda com os Erros”.
.
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro.
.
A religião não é Deus.
A espiritualidade é tudo e, portanto: é Deus.
.
A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
.
A religião não indaga e nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.
.
A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
.
A religião é causa de divisão.
A espiritualidade é causa de União.
.
A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
.
A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência.
.
A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
.
A religião alimenta o ego.
A espiritualidade nos faz transcender.
.
A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.
.
A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive somente no presente, no agora.
.
A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa consciência.
.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz conscientes da vida eterna.
.
A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em Nosso Interior durante a vida.
Fonte: Autor desconhecido

Maneira de se fazer BANHO DE DESCARREGO:

Toma-se primeiramente um banho de higiene, isto é, um banho normal.

O preparo de um banho é um ritual que deve ser  feito harmoniosamente.

O Banho pode ser feito com:

 

 Ervas maceradas:

 

No processo de maceração das folhas é executado da seguinte maneira: maceram-se as folhas com um pouco de água, colocam-se as ervas em uma vasilha espremendo-as até obter a maior quantidade possível do sumo das mesmas, a seguir junte dois litros de água pura.

 

Ervas fervidas:

 

Como mais o menos  um litro de água  para ferver, quando a água estiver fervendo, jogue dentro as ervas. Deixe ferver e abafe a panela. Após uma hora, coe o líquido e depois do banho comum use este banho.

 

Modo de usar o banho: jogue o líquido no corpo do pescoço para baixo, sem molhar a cabeça; da seguinte maneira: um pouco na frente – um pouco nas costas – um pouco no ombro esquerdo – um pouco no ombro direito.  Ao jogar o banho, fala-se: “Salve todo o povo da água, que tudo de ruim e toda a energia negativa se dissolvam, escorra pelo ralo e vá para o fundo do mar, proteção para mim meu Deus”.

Não se enxugar, esfregando a toalha no corpo, apenas, retire o excesso de umidade já que o esfregar cria cargas elétricas (estática) que podem anular parte ou todo o banho.

 

 

Repita o banho durante sete dias seguidos. Dependendo da intensidade da carga pode-se tomar um, dois ou três banhos por semana, ficando a critério da pessoa o número de banhos necessários. As roupas utilizadas após o banho são sempre roupas claras. O horário deve ser noturno, antes de conciliar o sono.

 

Sintomas que nos indicam a necessidade de um bom banho, descarrego ou de ervas:

Para as pessoas que estão carregadas de maus fluídos e influências negativas, sentindo o corpo cansado sem terem feito grandes esforços físicos, mal-estar freqüente, dores na nuca, dores nas costas e nas pernas, bocejando sem sono, nervosismo em excesso, falta de ânimo, falta de iniciativa, instabilidade emocional, tropeços, pequenos azares, pressentindo que outras pessoas se afastam de nós.

Existem casos especiais em que as próprias entidades (Caboclos, Pretos Velhos e Orixás) indicam outras fórmulas de banhos, expondo, também, sobre o modo como devem ser empregados.

Outros tipos de banhos: descarrego com fundanga (pólvora), rosas brancas, flor de Obaluayê (pipoca), banho de álcool etc.

 

 

ERVAS QUE PODEM SER USADAS

 

 Espada de São Jorge (7 pedaços), girassol, bambu, Unha de vaca, picão do mato, folhas de Lágrimas de Nossa Senhora, sabugueiro, funcho, sete sangrias, cravo de defunto, folhas de aroeira, azedinho, gervão roxo, negra-mina, tamarindo (folhas), eucalipto (folhas), cipó Caboclo, Losna, romã (folhas), arnica de horta, erva de São João, laranja (folhas), alecrim do mato, alecrim miúdo, hortelã, poejo (folhas), levante, espada de Iansã (7 pedaços), Guiné, Folha de Manga, Camomila, folha de Café, Manjericão, Alfazema, arruda, erva-doce e erva cidreira nos livram dos males e, ao mesmo tempo, reenergizam.

 Não é necessário usar todas as ervas, o banho poder ser feito também com uma só erva.

Importante também mudar as ervas dos banhos pois cada uma tem a sua propriedade e atuam em cargas diferentes.

 

FONTE:https://raquelcain.wordpress.com/sobre-banho-de-descarrego/

Como usar os símbolos do Reiki

Existem diferentes formas de Reiki e, ao longo do tempo, alguns mestres foram incorporando novos símbolos em suas iniciações. Mas no Reiki “tradicional” há três símbolos que são passados em uma iniciação de nível 2: o símbolo do poder (CHO-KU-REI), o símbolo mental/emocional (SEI-HEI-KI) e o símbolo da distância (HON-SHA-ZE-SHO-NEN).

CHO-KU-REI

Este símbolo traz ou libera energia criando equilíbrio. Representa o aumento do poder. É o “botão” ligado ao corpo físico e, além de ser um maravilhoso símbolo de proteção, é usado para incutir ou reforçar a energia.

Cho-Ku-Rei significa “Ponha todo o poder do universo aqui”.

 

SEI-HEI-KI

Sei-Hei-Ki é o símbolo da cura das emoções e da transformação de sentimentos negativos em positivos, é o símbolo da harmonia e da proteção e representa o processo alquímico de purificação e limpeza.

Sei-Hei-Ki significa “chave do Universo” ou “homem e Deus tornam-se um só”.

 

HON-SHA-ZE-SHO-NEN

Este é o símbolo da cura à distância, traz cura para os traumas do passado e para o presente. É o “botão” ligado ao corpo mental. As vidas passadas e o karma são libertados através do Hon-Sha-Ze-Sho-Nen. A libertação é permanente e desaparece a necessidade de reencarnação.

Hon-Sha-Ze-Sho-Nen significa “O Buddha em mim alcança o Buddha em ti para promover luz e paz”.

 

Fonte: ficheiro perdido num dos meus discos. Não faço ideia a fonte original disto.